Prefeitura quer colocar cerco contra a entrada de armas no Rio


O prefeito Marcelo Crivella afirmou, na tarde da última segunda-feira, 8 de maio, que se reuniu com o diretor da Polícia Rodoviária Federal para discutir a colocação de 18 pontos de cerco eletrônico contra a entrada ilegal de armas e munição no Rio de Janeiro.

Paulo Cesar Amêndola, secretário Municipal de Ordem Pública do Rio, disse que a ideia é iniciar a operação com um caminhão e quatro portais scanner. O sistema se assemelha aos equipamentos de raio-x usados em aeroportos.


Uma empresa alemã doaria o material à prefeitura, que vai repassar para a Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal, e colocaria uma placa da empresa no scanner.

Vale lembrar que a segurança pública é de competência do governo do estado, porém a prefeitura está disposta a colaborar para diminuir os índices de violência no Rio de Janeiro.

Leia Mais

Proxima
Anterior
Clique aqui para comentar

0 comentários: