Traficante do Complexo do Chapadão ofereceu 200 mil para não ir preso; 41º BPM recusou


Devede Wilson Castro da Luz, vulgo Barriga de Égua, 33 anos, líder de uma quadrilha de roubo de cargas do Gogó da Ema, uma das comunidades do Complexo do Chapadão, dominado pela facção Comando Vermelho, em Guadalupe, foi preso nesta segunda-feira, 15 de maio.

O criminoso ofereceu R$ 200 mil para que a P2 do 41º BPM (Irajá) não o prendessem. Os policiais militares negaram o suborno e levaram para a cadeia. Parabéns, guerreiros!

Leia Mais

Proxima
Anterior
Clique aqui para comentar

0 comentários: